Muitos querem o emprego perfeito, mas poucos se predispõem a alcançá-lo. Essa pode até parecer uma frase dura de ser lida, no entanto, se formos avaliar o modo em que montamos um currículo ou uma carta de apresentação para uma empresa, facilmente identificamos a dificuldade em conquistar aquela vaga tão desejada.

Seu currículo é extremamente importante, pois ele é o principal responsável por mostrar quem você é, o que você busca, bem como suas habilidades e seus conhecimentos.

Já ouviu falar em marketing pessoal? É ele quem garantirá sua presença no mundo corporativo. Preparar seu currículo, de forma honesta e com foco no que você, realmente, busca faz toda a diferença na análise. Para isso, algumas técnicas de persuasão ajudam a vender sua imagem e a conquistar o emprego tão sonhado. Vamos ver os pontos em que essas técnicas se encaixam no momento da criação do seu currículo?

Mostre a sua verdade

Não basta só “encher linguiça” e atacar para todos os lados, afinal, se você não sabe onde quer chegar e o que te motiva, qualquer coisa servirá e, logo, você estará frustrado novamente, por mais que a oportunidade, o emprego ou a empresa seja sensacional.

É essencial que, ao decidir criar ou modificar seu currículo, você entenda em que momento da sua carreira você está. Para entender esse momento, tente responder a essas perguntas:

O que eu mais gosto de fazer no meu tempo livre?

Qual experiência profissional eu tenho mais orgulho? E o que eu mais curtia nessa experiência?

Ao responder a essas perguntas, você terá o seu motivador de carreira e, ao utilizá-lo no seu currículo, conseguirá apresentar o seu valor profissional.

Crie conexões entre as suas experiências

Quando temos variadas experiências profissionais no currículo, uma das maiores dificuldades é encaixá-las, e encontrar um ponto em comum entre elas será capaz de demonstrar que você não ficou só “pulando” de um lugar para outro.

A conectividade é uma excelente técnica de persuasão, por isso é importante avaliar cada experiência como um todo. Perguntas como “o que me fez trocar de emprego?” e compreender qual habilidade você manteve, ou qual habilidade era relacionada (ex.: criação de conteúdo x planejamento), são pontos que merecem destaque no currículo.

Conheça a empresa

Já ouviu falar na lei da estima? Essa técnica de persuasão tem tudo a ver com avaliar os pontos positivos da empresa em que você deseja trabalhar, afinal demonstra que você dedicou um tempo para entender em que momento a organização está e como você pode contribuir para o seu crescimento.

Você pode expressar esse conhecimento no e-mail ou na carta de apresentação. E falando em carta de apresentação, vamos ao nosso último tópico!

Invista em uma carta de apresentação

A carta de apresentação pode ser enviada junto ao currículo, em um documento separado, ou pode ser, simplesmente, o e-mail que você vai enviar, já que hoje não basta somente inserir “oi, envio meu currículo”, pois, para obter destaque, você precisa se diferenciar.

Criar uma linha do tempo, utilizando os princípios do storytelling (explicamos aqui um pouco mais sobre o que é storytelling, veja aqui), também gera conexão com o recrutador. Narrar onde você se encontra hoje, citar suas habilidades e mostrar o seu comprometimento com a vaga, entregará ainda mais valor ao seu currículo.

Bom, essas são apenas algumas dicas de técnicas de persuasão que separei para você.

Lembrando que o mais importante é manter a honestidade e a sua verdade, e não tentar impressionar a organização apenas para conquistar o emprego. Ao ser honesto e verdadeiro, você conseguirá manter um ótimo desempenho também nas próximas etapas do processo seletivo.

 

Comentários