Na hora de escrever um texto de copywriting, os parágrafos são o maior e mais eficiente recurso que temos em mãos, e eles podem ser muito poderosos se soubermos trabalhar com palavras que convencem.

Você sabia que existem algumas palavras que podemos utilizar em copywriting, e que fazem toda a diferença na hora da persuasão? É impressionante!

Quer saber qual é o SEGREDO para isso?

Depois de muitos anos no mercado, eu passei a entender melhor quais são elas, e hoje as utilizo em meus trabalhos, sempre com o melhor resultado.

Separei para você os exemplos que mais funcionam. Confira neste artigo!

Palavras que convencem — a persuasão mora na escrita

O que posso dizer é que as palavras que convencem nem sempre são as mais óbvias, e você ficaria impressionado ao saber o quanto poucas letras podem influenciar na eficiência de uma estratégia que envolve neuromarketing, por exemplo.

Veja abaixo:

1. Agora

Decidi começar por esta pois muitos sabem que ela é um grande expoente da comunicação persuasiva, mas deve existir certo cuidado ao utilizá-la, e isso alguns esquecem.

“Agora” é uma palavra que gera urgência, que embora seja um dos pontos apontados como principais nas técnicas de persuasão, pode causar um efeito contrário se mal utilizada.

Pense assim: você está com problemas nos computadores de sua empresa e precisa contratar uma solução em TI para resolvê-los. Porém, você quer um tempo para pensar se aquela que está analisando é a melhor solução.

A copy deve oferecer esse tempo no texto, conduzindo o leitor com calma pelos benefícios do serviço que está vendendo. Se logo no começo você utilizar um “agora”, isso pode acelerar demais o processo, parecendo algo apressado e insistente.

Aposte no “agora” em CTAs, por exemplo, para fechar o “pacote de convencimento” com uma boa oferta que deve ser aproveitada naquele momento.

2. Comprovado

Quem não quer poder ter à sua disposição uma solução COMPROVADA por órgãos, estudos ou até mesmo outros clientes? Pura credibilidade, não?

Utilizar esta palavra em seus textos persuasivos gera um sentimento MUITO importante para a hora da compra: a segurança, unida à certeza de que será uma boa escolha.

3. Você

Sabe quando você chega em um idoso e o chama de “senhor”, então prontamente ele corrige e pede para ser tratado por “você”? O mesmo vale para as copys!

“Você” é uma palavra de tratamento que leva o escritor diretamente para uma conversa com o leitor, e não para uma relação de “eu ofereço e você compra”.

Já pensou em como seria maçante este texto que você lê agora se eu não colocasse nenhum “você”? Aposto que VOCÊ diria: “Mas com quem ele está falando?”, estou errado?

Dica extra: segredo!

Quem não quer saber um segredo que ninguém mais conhece? É por isso que essa é uma das palavras que convencem. Ao oferecer um segredo para solucionar o problema pelo qual o leitor está passando, você ganha na hora a atenção dele!

Se você chegou até aqui neste texto, sugiro que você volte lá para o topo e me diga: funciona ou não funciona?

Para mais dicas como essas, acompanhe o blog da SBCopy!

Comentários