Você lembra quando foi a última vez que adquiriu algo por ter sido convencido por outra pessoa? É bem provável que não. Isso porque raramente um vendedor sabe como convencer as pessoas a comprar um produto.

É muito fácil, hoje, encontrar tudo o que existe sobre um item ou serviço específico, e os clientes já procuram pela oportunidade de compra com muitas certezas.

Mas acredite em mim: uma negociação nunca está totalmente perdida e você PODE virar o jogo!

Como convencer as pessoas a comprar um produto?

“Mas Rafael, como eu faço isso?”

Eu sei que é complicado ver as estratégias de venda que já deram certo, falharem. Já aconteceu comigo.

Porém, você deve pensar que isso abre oportunidades para novas ideias!

Confira abaixo algumas dicas que eu selecionei para você desenvolver um novo método de vendas e entender ainda melhor como convencer as pessoas a comprar um produto:

Entenda e trabalhe com as questões emocionais do cliente

Imagine que, para conseguir uma venda, você apresente um motivo lógico como um desconto ou um preço mais baixo do que o que o cliente costuma pagar.

Para explicar sua situação, ele diz: “Mas ele já é amigo da família há anos. Sempre compramos com ele, sempre entregou bem…”
Percebe como agora o argumento é emocional? Vá pela mesma linha!

Responda algo como: “Sei como é essa situação, mas prometo que, assim como ele, entregarei tudo certinho e no prazo. Assim, você ficará tranquilo da mesma maneira!”

A ideia é gerar confiança. Para isso, sempre rebata razão com razão e emoção com emoção!

Elogie o pensamento do outro

Durante uma conversa, o cliente pode vir até você com questionamentos sobre o que você está vendendo. Como convencer as pessoas a comprar um produto nesse caso?

Diga que você entende e que faz total sentido ele mencionar, por exemplo, que “esse liquidificador não tem tal velocidade”, e logo após diga que deseja que ele conheça melhor o produto.

O detalhe aqui é que você não necessariamente concorda com o que o cliente disse, mas ao elogiar a maneira como ele pensa, você passa a fazer parte do pensamento ao invés de rebatê-lo.

Mostre uma fraqueza e um ponto forte

No início da conversa (não nas primeiras palavras!) exponha para a pessoa algo que você ou seu produto não fazem tão bem, e depois argumente com o seu principal ponto.

Um exemplo é o que uma empresa americana, 2º lugar em seu segmento, fez.

Eles criaram um slogan: “Somos o segundo lugar, mas nos esforçamos muito mais!”. (Avis – We Try Harder!)

Percebe? Primeiro eles mostram uma fraqueza, que é a posição que eles ocupam no mercado. Depois, apontam a razão pela qual deveriam ser a escolha dos clientes.

Você acha que não funciona?

Eles aumentaram as vendas em 300%!!!

E agora? Ainda acha que não funciona?

Gostou das dicas? Veja também como fazer uma boa oferta!

Comentários