Uma das perguntas que eu mais ouço durante conversas com as pessoas é: o que significa copywriting?

Entendo esta dúvida surgir, afinal, minha profissão ainda é um pouco escassa no país. Às vezes, pela abrangência do copywriting, é difícil de explicar do que se trata para os outros, mas é isso que farei neste artigo.

Portanto, se você sempre quis saber o que significa copywriting, confira este conteúdo que preparei!

O que significa copywriting?

Gosto de utilizar uma definição específica, que eu acredito que esclareça bastante o que significa copywriting e torne mais fácil o entendimento a respeito do termo.

Copywriting nada mais é do que criar uma comunicação que FAÇA AS PESSOAS AGIREM!

Procuro sempre dizer que a arte e a ciência juntas levam a este resultado.

“Mas, Rafael, como assim? Arte e ciência?”

Arte porque, de qualquer maneira, envolve uma escrita criativa. Um texto que entregue, acima de tudo, coesão e objetividade, mas também inspire e gere o ímpeto de agir nas pessoas com emoção e empatia.

Do lado da ciência, é importante entender que, ao criar uma copy o foco é criar materiais com base naquilo que já funciona, como uma pesquisa científica.

A ideia é utilizar tudo o que é eficiente, desde as frases até os argumentos, a maneira de escrever e até a ordem de certas palavras específicas. Tudo para que as pessoas cheguem à tão sonhada VENDA.

Esta é a missão de um copywriter: fazer textos PERSUASIVOS, ou seja, que resultem em uma ação por parte do leitor, que pode ser desde apertar um botão com “clique aqui” até mesmo comprar uma casa, um carro ou os mais variados serviços.

Como utilizar as técnicas de copywriting?

Agora que você já sabe o que significa copywriting, o ideal para começar a utilizar essa técnica matadora é conhecer o processo pelo qual passa uma copy. São cinco passos:

1. Atenção

O texto deve, primeiramente, atrair a atenção de quem lê. Sem isso, a pessoa não continuará focada no texto. Bons títulos e primeiros parágrafos são essenciais!

2. Conexão

Aqui a ideia é gerar empatia. Faça isso por meio de histórias, com emoção e pontos que gerem interesse e curiosidade.

Lembre-se: o principal é manter o leitor dentro do texto até o final!

3. Problema

É necessário expor o problema que você pretende resolver com o produto ou serviço anunciado. Se o público para o qual a copy estiver sendo divulgada for o seu cliente ideal, ele irá se identificar com essa questão e ficará ainda mais interessado!

4. Solução

Após entregar o problema, mostre como aquilo que está vendendo é melhor solução para ele. Mostre com dados e comprove que é FATO que a sua ideia é a que vai dar o resultado mais certo para o cliente.

5. Faça uma oferta

Criar uma boa oferta é o passo final e derradeiro para a copy. Caso o texto esteja bem escrito e convincente, ao chegar a esse ponto o leitor já irá estar muito mais aberto ao oferecimento de seu serviço, ou seja: muito mais chance de conversão!

Saber mais sobre copywriting te deixou animado? Confira nossos cursos e invista na carreira de copywriter profissional!

Comentários