Copywriting é o assunto de maior importância para o nosso blog, certo?

Já falamos muito aqui sobre o que é melhor fazer, sobre como aplicar as técnicas e até mesmo demos dicas sobre como ser um bom copywriter!

Porém, percebi que nunca parei para dividir com vocês o outro lado, que são as práticas ruins para os textos persuasivos.

Neste artigo, então, resolvi trazer algumas dessas “pedras no caminho” dos profissionais de copywriting!

Se você já cometeu alguns destes erros, fique tranquilo! Acontece. Eu mesmo já cometi muitos.

Quero que este texto sirva para que você melhore seu trabalho, ok? Confira!

1. Não carregue demais nas informações

Já falamos algumas vezes que a relevância das informações é ESSENCIAL para um boa peça de comunicação persuasiva, correto?

No entanto, é muito importante tomar cuidado com o volume de informações que você adiciona ao texto, principalmente se for para web!

Informação demais deixa o texto confuso e a confusão rouba das pessoas o que elas têm de mais precioso hoje: o tempo. Todos demoramos demais para entender um texto confuso e cheio de informações.

Portanto, selecione e faça uma boa curadoria. Decida o que você PRECISA colocar no texto, e construa uma linha de pensamento que leve o leitor de maneira tranquila e agradável ao seu propósito.

Um bom storytelling, muitas vezes, é melhor do que diversas porcentagens de pesquisas, entende? Equilibre as doses de cada um.

2. Copywriting sem mencionar benefícios do produto ou serviço

Você já leu alguns textos aqui do blog? Se sim, você já tem uma boa noção de como convencer uma pessoa a comprar um produto, não é?

É de extrema importância mostrar tudo o que seu produto ou serviço tem de benefício e diferenciais, que podem fazer com que ele realmente seja a melhor opção para seu cliente.

Não adianta fazer um texto que fale de tudo o que seu produto faz, sem dizer que ele faz isso, mas faz MELHOR DO QUE OS OUTROS!

Você prefere comprar uma caneta que escreve, ou uma caneta que escreve pelo dobro de tempo com menos tinta? Percebe a diferença?

3. Não se preocupar com a credibilidade

Ninguém vai apostar em seu produto ou serviço se você não demonstrar confiança naquilo que fala. Lembre-se: CONFIANÇA GERA CONFIANÇA!

Mostre, por meio de seus textos, que você ENTENDE 100% daquilo que está falando. Prove com dados (mas não esqueça das histórias, como eu já disse!) que é verdade e que todos os benefícios são comprovados.

Se não forem ou se você não conseguir provar de alguma maneira que eles existem, NÃO MENCIONE!

Uma decepção por parte de seu cliente ao ver que seu produto não é nada daquilo que você disse pode lhe custar muito caro.

Gostou das dicas que dei aqui? Lá no blog da SBCopy tem muito mais!

Comentários