O e-mail marketing é uma das ferramentas mais fortes e importantes de uma estratégia digital, e precisa ser extremamente persuasivo para garantir que o lead converta futuramente.

Falamos em persuasão, ele aparece! Sim. O copywriting!

As técnicas de copywriting podem ser um enorme diferencial para a eficácia de seus e-mails. O melhor é que utilizá-las pode ser mais simples do que você imagina e em pouco tempo você já verá os resultados.

Preparei este artigo com dicas para que você possa aproveitar toda a ciência do copywriting em seus e-mails. Confira e coloque em prática!

Como aplicar copywriting ao e-mail marketing

Você consegue imaginar como funciona um e-mail com técnicas de copywriting? Eu já falei sobre um bom exemplo disso aqui no blog, que é o marketing da Empiricus!

Mas além de boas referências é importante entender que escrever com foco em conversão no e-mail marketing tem como foco dois elementos da estratégia: o título e uma comunicação mais “pessoal”.

Selecionei algumas ideias para você. Veja:

Copywriting no título do e-mail

Você sabia que existe um estudo que diz que a cada cinco pessoas que leem seu título, só uma vai até o final do texto? Por isso, costumo dizer que o título de seu e-mail marketing corresponde a até 80% do seu conteúdo.

Ninguém quer jogar dinheiro fora, não é mesmo? Então é hora de mudar isso e fazer com que seus potenciais clientes ajam!

“Mas, Rafael, como eu posso criar um bom título?”

Existem vários formatos de títulos que funcionam bem.

Um exemplo é trabalhar com uma lista. Por exemplo: “5 dicas para você faturar o triplo neste mês!”

Ao ler isso, as pessoas pensarão que este é um conteúdo rápido, coeso e eficiente, e que ao ler elas já poderão colocar em prática no ato!

Outra ideia que funciona bem é trabalhar com a expectativa, como “Conheça a técnica que pode triplicar seu lucro em menos de um ano!”

Este título traz uma chamada que pode instigar MUITO o leitor, e se ele for o público certo, com certeza clicará para saber qual técnica incrível é essa.

Vale lembrar que seu e-mail deve ser convincente e que o melhor é que você realmente possa entregar o que promete, certo? Não adianta criar um título fantástico para um conteúdo fraco.

Coloque-se mais próximo do leitor

Existem empresas e marketeiros que fazem o que eu chamo de “panfletos digitais”, que pelo nome você já deve entender, né?

São aquelas imagens chapadas com textos nada atrativos, que parecem um papel colado na sua tela. Essa ideia ainda funciona, mas com técnicas melhores é possível ampliar seus resultados.

A melhor maneira é fazer seu e-mail marketing como se fosse uma troca de mensagem entre duas pessoas. É aí que as habilidades de um copywriter podem ajudá-lo!

Escreva em primeira pessoa, dê seu nome, assine e testemunhe o que acontece. PROVE que aquilo é real e que quem resolver adquirir o que você está vendendo terá seu conhecimento como respaldo para suas decisões.

Nada de imagens desnecessárias ou fontes bonitinhas. Conta muito mais um bom texto do que belas cores, então invista nisso!

Gostou das dicas? No blog da SBCopy você encontra muito mais!

Comentários