Você sabia que pode utilizar a sua inteligência emocional para desenvolver sua autoconfiança?

E, como você já deve saber, ter autoconfiança é essencial em nossas vidas. Sobretudo, quando o assunto é a nossa carreira, como quando estamos procurando uma vaga de emprego ou uma promoção.

Por isso, se você sente que precisa aumentar o seu nível de autoconfiança, saiba que esse artigo foi escrito para te ajudar!

 

O que é a inteligência emocional

A inteligência emocional se refere à nossa capacidade de entender bem e aprender a lidar com nossas emoções. E, mais do que isso, aprender a utilizar nossas emoções ao nosso favor!

Ela parte do princípio do autoconhecimento. Já que, para administrar nossas emoções, é preciso, em primeiro lugar, nos conhecer bem.

E isso é muito importante, porque a inteligência emocional afeta todas as áreas de nossas vidas.

Isso porque é ela que nos permite decidir, com clareza e com base nos nossos valores e objetivos de vida, quando reagir e como reagir às mais diversas situações.

 

Afinal de contas, qual a importância da autoconfiança?

No livro O Ciclo do Sucesso, Bryan Tracy afirma:

“Com maior confiança em nós mesmos e em nossas habilidades definimos metas mais elevadas, fazemos planos mais audaciosos e nos empenhamos para atingir objetivos com os quais sonhamos. Tomamos todas as medidas necessárias para ganhar mais dinheiro e desfrutar de uma qualidade de vida melhor; planejamos ter uma casa maior, um carro melhor, roupas mais bonitas e férias mais agradáveis; desejamos proporcionar de tudo à nossa família e aos nossos amigos. Fazemos o que realmente temos vontade de fazer e recusamos nos conformar com os desejos ou as opiniões de outrem.”

Sendo assim, a autoconfiança é essencial para conseguirmos qualquer coisa que desejamos. Mas você já deve saber disso, não é mesmo?

Sem acreditarmos em nossa capacidade e em nossas habilidades fica difícil convencer outras pessoas, concorda comigo?

 

Como a inteligência emocional afeta nossa autoconfiança

Diferentemente do que muita gente pode pensar, ter autoconfiança não se refere a ter uma crença cega de que sabemos tudo ou de que estamos sempre certos.

Mas, sim, de um reconhecimento de quais são os nossos pontos fortes e fracos. E também da crença de que podemos nos superar e melhorar sempre.

Nesse sentido, portanto, o autoconhecimento e a inteligência emocional afetam diretamente em nossa autoconfiança.

Até porque, se não sabemos lidar com as nossas emoções, nossa autoconfiança fica abalada sempre que recebermos uma crítica construtiva, ou mesmo um feedback negativo. Ou, ainda, sempre que lidarmos com desafios e obstáculos em nosso caminho.

Sendo assim, é essencial usarmos nossa capacidade de administrar nossas emoções para lidar com tudo isso. E, é claro, para conquistarmos nossos objetivos e sonhos.

 

Agora que você já sabe tudo isso…

Neste artigo, você descobriu como utilizar a inteligência emocional para desenvolver a autoconfiança.

Agora, é hora de você colocar em prática o que aprendeu neste artigo. Para isso, daqui para frente, procure prestar mais atenção às suas emoções e à maneira que você reage quando elas aparecem.

Comece a pensar de maneira crítica e a perceber se suas emoções estão te ajudando a se tornar uma pessoa mais confiante em si mesmo ou se elas te fazem começar a se autossabotar.

Tenha certeza de que, com isso, você vai conquistar muito mais de tudo aquilo que deseja!

E se você gostou desse artigo, compartilhe-o nas redes sociais e marque seus amigos que também estão precisando de uma ajuda extra para se tornarem pessoas mais autoconfiantes.

 

 

Comentários