Num dos artigos anteriores aqui do blog, falei um pouco sobre o mindset. Mas você sabia que existem dois tipos de mindset?

É isso o que Carol S. Dweck, uma das maiores pesquisadoras do assunto, descobriu depois de muitos anos de estudo!

E é isso o que eu quero dividir com você no artigo de hoje! Abaixo, você vai entender um pouco mais sobre os dois tipos de mindset e como eles interferem em nossas vidas. Vamos lá?

 

Afinal, quais são os dois tipos de mindset?

Em seu livro, Mindset: A Nova Psicologia do Sucesso, Dweck afirma:

“[Eu] achava que as qualidades humanas eram esculpidas em pedra. Ou você era inteligente ou não era, e o fracasso significava que não era. Simples assim. Se conseguia planejar os êxitos e evitar os fracassos (a qualquer custo), poderia continuar sendo inteligente. Os esforços, os erros e a perseverança não faziam parte desse panorama.”

Depois de pesquisar e tentar entender qual o papel do nosso sistema de crenças na construção da vida que desejamos, foi que Dweck descobriu que há 2 tipos de mindset.

A partir da conclusão acima, Dweck estudou e teorizou os dois tipos de mindset. O primeiro deles, ela chamou de mindset fixo e o segundo de mindset de crescimento.

 

O mindset fixo

Como o próprio nome sugere, quem tem um mindset fixo imagina que nossas habilidades são fixas, imutáveis.

Na prática, isso quer dizer que essas pessoas acreditam que você nasce inteligente, ou não. Que você nasce com talento para a escrita, música, comunicação… ou não! E isso gera uma série de consequências.

Em primeiro lugar, essas pessoas não vêem valor no esforço. Já que, por acreditarem que nossas habilidades são fixas, elas imaginam que se esforçarem, ou não, não vai fazer diferença.

Além disso, os desafios também são vistos como algum ruim. Já que elas correm o risco de falhar.

E, para as pessoas de mindset fixo, os fracassos, erros e falhas são vistos como algo que pode manchar a própria imagem pessoal. Elas têm medo de que as pessoas ao redor passem a menosprezá-las por esses erros.

 

O mindset de crescimento

O mindset de crescimento funciona de maneira oposta ao mindset fixo. Sobre ele, Dweck afirma, em seu livro:

“A paixão pela busca de seu desenvolvimento e por prosseguir nesse caminho, mesmo (e especialmente) quando as coisas não vão bem, é o marco distintivo do mindset de crescimento. Esse é o mindset que permite às pessoas prosperar em alguns dos momentos mais desafiadores de suas vidas.”

Como se pode perceber, para pessoas de mindset de crescimento, o esforço é visto como algo válido. Porque mesmo se essas pessoas falharem, elas sabem que estão mais perto de conquistar aquilo que desejam.

Aqui, portanto, os erros, fracassos e falhas são vistos como parte natural do processo. Já que essas pessoas acreditam que podem sempre melhorar suas habilidades pessoais, através do esforço.

 

Adequar o seu mindset é essencial para conquistar tudo aquilo que você deseja!

Todos nós temos sonhos, não é mesmo? Além disso, todos nós desejamos alcançar o sucesso.

Sendo assim, adotar um mindset de crescimento é muito importante. Afinal de contas, o mindset é a base dos nossos hábitos, comportamentos e ações.

Eu espero que, com este artigo, você tenha conseguido entender a diferença entre esses dois mindsets. E, mais do que isso, que você comece a prestar mais atenção ao seu próprio mindset e passe a adotar um mindset de crescimento daqui para frente.

E, tenha certeza, quando você faz isso, o sucesso que você tanto deseja será consequência disso.

Gostou desse conteúdo? Então, compartilhe esse artigo com seus amigos nas redes sociais. Eles também vão gostar!

Comentários